Noticias

Ceará ultrapassa 52% e tem maior reserva hídrica em 12 anos

O Ceará chegou, nesta quarta-feira (17), a 52,2% da capacidade total de acumulação hídrica dos açudes monitorados, o que representa um volume de 9,65 bilhões de metros cúbicos. É a maior reserva armazenada desde outubro de 2012, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

O volume total é reflexo dos bons aportes nas bacias hidrográficas. As regiões do Acaraú, Coreaú, Litoral, Metropolitana, Serra da Ibiapaba, Salgado e Baixo Jaguaribe estão em situação “muito confortável”, com volumes acima de 70%, com destaque para o Baixo Jaguaribe e Litoral que registram 100% de seu armazenamento. Já as regiões do Curu e Alto Jaguaribe estão na zona “confortável”, com mais de 50% das reservas.

As regiões do Médio Jaguaribe e Banabuiú seguem demandando atenção, com volumes 31,78% e 42,53% respectivamente. Apenas a região dos Sertões de Crateús se mantêm em estado “crítico”, abaixo dos 30% de volume.

Atualmente, 65 açudes chegaram a sua capacidade máxima e outros 15 estão acima de 90% com possibilidades de sangria até o final da quadra.

A região do Curu recebeu o maior aporte da quadra chuvosa. No mesmo período do ano passado, a região estava com 326,62 mi/m³, equivalente a 30,88% de sua capacidade. Atualmente se encontra com 648,14 mi/m³, chegando a 61,50%.

Para o secretário dos Recursos Hídricos Robério Monteiro, os dados ainda serão mais animadores até o final da quadra.

“Nós ainda estamos no meio de abril, temos até o final de maio para encerrar a quadra chuvosa, ou seja, 1 mês e meio praticamente de novas oportunidades de chuvas e aportes. Atingiremos bons números, o que vai garantir cada vez mais segurança hídrica ao povo cearense”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo